Destaque do leilão

LEILÃO DE IMÓVEIS BANCO DO BRASIL COM POSSIBILIDADE DE FINANCIAMENTO

Endereço do leilão:
Rua Pio XI, 743 - Alto da Lapa
Código:187
Modalidade:ON-LINE E PRESENCIAL
Tipo:Extrajudicial
Data: 28/Ago/2019, 11h00

Total de lotes 117
LOTE 001
 
Inicial: R$ 1.512.000,00 
 
Incremento: R$ 20.000,00 
CATEGORIA:

AMPARO(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano: um prédio comercial, situado na Praça Monsenhor João Batista Lisboa, 64, Centro, município de Amparo - SP. Melhor descrito na matrícula 4.929, do Oficial de Registro de Imóveis de Amparo - SP.
a) O imóvel possui 03 acessos independentes e no cadastro da prefeitura encontra-se desmembrado em quatro registro como segue. Tal informação, não averbada na matrícula, e demais pendências de regularização, ficam a cargo do adquirente, conforme item 16.5 do Edital.
b) Conforme laudo de avaliação e cadastro do IPTU o imóvel possui as seguintes medidas, área construída de 1.582,90 m² e área do terreno de 792,97 m². Tal informação, não averbada na matrícula, e demais pendências de regularização, ficam a cargo do adquirente, conforme item 16.5 do Edital.
c) De acordo com informações obtidas no Condephaat (Conselho do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado), o imóvel encontra-se localizado na ?Área Envoltória de Bem Tombado?, portanto sujeito à legislação específica do Conselho. Qualquer alteração ou reforma deve ter autorização desse órgão. Para maiores informações consultar a secretaria da Cultura do Estado de São Paulo.
d) Existem benfeitorias não averbadas na matrícula, ficando a regularização a cargo do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital;.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

1836 visitas
1 lances
Último lance:
R$ 1.512.000,00
(fammajr)
Vendido
Informações adicionais
LOTE 022
 
Inicial: R$ 1.417.000,00 
 
Incremento: R$ 20.000,00 
CATEGORIA:

CAPIVARI(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano: um prédio, dentro de um terreno com área de 590,42m², na Praça Rodrigues de Abreu, 336, bairro Centro, município de Capivari - SP. Melhor descrito na matrícula 728 do Oficial de Registro de Imóveis de Capivari - SP.
a. Existem benfeitorias não averbadas na matrícula, ficando a regularização a cargo do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital;.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

717 visitas
4 lances
Último lance:
R$ 1.477.000,00
(vaniaperessin)
Vendido
Informações adicionais
LOTE 023
 
Inicial: R$ 818.000,00 
 
Incremento: R$ 10.000,00 
CATEGORIA:

DOIS CÓRREGOS(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano: um prédio, dentro de um terreno com área de 596,40m², na Praça Major Carlos Neves, 61, Centro, Município de Dois Córregos - SP. Melhor descrito na matrícula 602 do Oficial de Registro de Imóveis de Dois Córregos - SP.
a. Existem benfeitorias não averbadas na matrícula, ficando a regularização a cargo do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital;.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

511 visitas
0 lances
Último lance:
R$ 0,00
Sem licitantes
Informações adicionais
LOTE 025
 
Inicial: R$ 1.372.000,00 
 
Incremento: R$ 20.000,00 
CATEGORIA:

ESPÍRITO SANTO DO PINHAL(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano: um Prédio com área de 569,50m², dentro de um terreno com área de 578,00m², situado na Praça da Independência, 181, Bairro Centro, município de Espírito Santo do Pinhal - SP. Melhor descrito na matrícula 20.114 do Oficial de Registro de Imóveis de Espírito Santo do Pinhal - SP.
a. Existem benfeitorias não averbadas na matrícula, ficando a regularização a cargo do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital;.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

571 visitas
0 lances
Último lance:
R$ 0,00
Sem licitantes
Informações adicionais
LOTE 032
 
Inicial: R$ 1.485.000,00 
 
Incremento: R$ 20.000,00 
CATEGORIA:

ITAPIRA(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA E ESTACIONAMENTO AO LADO - Imóvel urbano, um prédio comercial dentro de um terreno, situado na Rua Francisco Glicério, 221, Centro, município de Itapira - SP. Melhor descrito na Transcrição 3.984, e Matricula 7.390 do Oficial de Registro de Imóveis de Itapira - SP.
a. Existem benfeitorias não averbadas na matrícula, ficando a regularização a cargo do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital;.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

757 visitas
0 lances
Último lance:
R$ 0,00
Sem licitantes
Informações adicionais
LOTE 035
 
Inicial: R$ 838.000,00 
 
Incremento: R$ 20.000,00 
CATEGORIA:

LENÇÓIS PAULISTA(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano: um Prédio, dentro de um terreno, na Rua XV de Novembro,119 conforme matricula e 643 segunda cadastro na prefeitura Municipal de Lençóis Paulista, Bairro Centro, município de Lençóis Paulista - SP. Melhor descrito na Transcrição de matrícula 1.888 do Oficial de Registro de Imóveis de Lençóis Paulista - SP.
a. A área total do terreno e da edificação não estão especificados na matrícula, portanto pode haver divergência entre as medidas e dados cadastrais da Prefeitura Municipal de Lençóis Paulistas, ficando a regularização junto aos órgãos competentes, à cargo do adquirente, conforme item 16.5 do presente edital.
b. Existem benfeitorias não averbadas na matrícula, ficando a regularização a cargo do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital;
c. A metragem do prédio não está averbada na matrícula imobiliária, ficando a regularização a cargo do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital.
d. Existe apenas a transcrição do imóvel n° 1.888 , ficando a abertura de matrícula e regularização da mesma cargo do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital;.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

2029 visitas
60 lances
Último lance:
R$ 2.120.000,00
(LLPRINCIPE)
Vendido
Informações adicionais
LOTE 049
 
Inicial: R$ 910.000,00 
 
Incremento: R$ 10.000,00 
CATEGORIA:

MARTINÓPOLIS(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano, um prédio comercial com área de 984,848m², dentro de um terreno com área de 1.076,80m², na Avenida Cel. João Gomes Martins, 668, Centro, município de Martinópolis - SP. Melhor descrito na matrícula 691 do Oficial de Registro de Imóveis de Martinópolis - SP.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

545 visitas
0 lances
Último lance:
R$ 0,00
Sem licitantes
Informações adicionais
LOTE 050
 
Inicial: R$ 578.000,00 
 
Incremento: R$ 10.000,00 
CATEGORIA:

MIGUELÓPOLIS(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano: um Prédio, dentro de um terreno com área de 862,50m², situado na Av. Leopoldo Carlos de Oliveira, 1196 - bairro Centro - município de Miguelópolis - SP. Melhor descrito na matrícula 1.106 do Oficial de Registro de Imóveis de Miguelópolis - SP.
a. Existem benfeitorias não averbadas na matrícula, ficando a regularização a cargo do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital;.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

445 visitas
0 lances
Último lance:
R$ 0,00
Sem licitantes
Informações adicionais
LOTE 052
 
Inicial: R$ 543.000,00 
 
Incremento: R$ 5.000,00 
CATEGORIA:

MONTE AZUL PAULISTA(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano: um prédio, dentro de um terreno com área de 514,90m², na Praça Rio Branco, 204, Bairro Centro, município de Monte Azul Paulista - SP. Melhor descrito na matrícula 430 do Oficial de Registro de Imóveis de Monte Azul Paulista - SP.
a. Existem benfeitorias não averbadas na matrícula, ficando a regularização a cargo do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital;.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

575 visitas
11 lances
Último lance:
R$ 593.000,00
(ROBERCHEL)
Vendido
Informações adicionais
LOTE 053
 
Inicial: R$ 881.000,00 
 
Incremento: R$ 10.000,00 
CATEGORIA:

MONTE MOR(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano: um prédio com área de 690,90m², dentro de um terreno com área de 1.119,86m², na Rua Dr. Carlos de Campos, 131, Centro, município de Monte Mor - SP. Melhor descrito na matrícula 3.302 do Oficial de Registro de Imóveis de Capivari - SP.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

386 visitas
0 lances
Último lance:
R$ 0,00
Sem licitantes
Informações adicionais
LOTE 054
 
Inicial: R$ 312.000,00 
 
Incremento: R$ 5.000,00 
CATEGORIA:

NHANDEARA(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano: um Prédio com área de 232,25m², dentro de um terreno com área de 200,00m², situado na Rua Dr. Antônio Belchior da Silveira, 1.234, Bairro Centro, município de Nhandeara - SP. Melhor descrito na matrícula 5.604 do Registro de Imóveis de Nhandeara - SP.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

626 visitas
1 lances
Último lance:
R$ 312.000,00
(Pires10)
Vendido
Informações adicionais
LOTE 069
 
Inicial: R$ 696.000,00 
 
Incremento: R$ 10.000,00 
CATEGORIA:

PIRAJUÍ(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano, um prédio comercial com área de 886,20 m², dentro de um terreno com área de 968,00 m², situado à Praça Dr Pedro da Rocha Braga, 160, Centro, município de Pirajuí SP. Melhor descrito na matrícula 456 do Oficial de Registro de Imóveis de Pirajuí SP.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

529 visitas
7 lances
Último lance:
R$ 756.000,00
(PLATÉIA)
Vendido
Informações adicionais
LOTE 070
 
Inicial: R$ 395.000,00 
 
Incremento: R$ 5.000,00 
CATEGORIA:

PRESIDENTE BERNARDES(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano: um prédio comercial, dentro de um terreno com área de 440,00m², situado à Rua Coronel Manoel Roberto Barbosa,733, bairro Centro, no município Presidente Bernardes SP. Melhor descrito na matrícula 4.497 do Cartório de Registro de Imóveis de Presidente Bernardes SP.
a. Existem benfeitorias não averbadas na matrícula, ficando a regularização a cargo do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital;.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

909 visitas
49 lances
Último lance:
R$ 635.000,00
(sicredi)
Vendido
Informações adicionais
LOTE 082
 
Inicial: R$ 825.000,00 
 
Incremento: R$ 10.000,00 
CATEGORIA:

SANTA RITA DO PASSA QUATRO(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano, um prédio comercial, dentro de um terreno com área de 897,60m², na Rua Vitor Meirelles, 373, Centro, município de Santa Rita do Passa Quatro - SP. Melhor descrito na matrícula 226 do Registro de Imóveis de Santa Rita do Passa Quatro - SP.
a. Existem benfeitorias não averbadas na matrícula, ficando a regularização a cargo do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital;.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

523 visitas
0 lances
Último lance:
R$ 0,00
Sem licitantes
Informações adicionais
LOTE 087
 
Inicial: R$ 1.528.000,00 
 
Incremento: R$ 20.000,00 
CATEGORIA:

SÃO JOÃO DA BOA VISTA(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano: um Prédio com área de 495,00m² averbado na matricula, dentro de um terreno com área de 628,00m², na Praça da Catedral, 07, bairro Centro, município de São João da Boa Vista - SP. Melhor descrito na matrícula 72.726 do Cartório de Registro de Imóveis de São João da Boa Vista SP.
a. Existe processo de Tombamento do Imóvel n° 1863-2017-7 pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental de São João da Boa Vista/SP (CONDEPHIC). O adquirente se declara informado do fato sendo que o bem não poderá ser destruído, demolido ou mutilado e quaisquer intervenções no local em termos de modificação, reforma ou demolição deverão ser precedidas de autorização do CONDEPHIC.
b. Existem benfeitorias não averbadas na matrícula, ficando a regularização a cargo do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital;.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

673 visitas
8 lances
Último lance:
R$ 1.670.000,00
(PLATÉIA)
Vendido
Informações adicionais
LOTE 093
 
Inicial: R$ 2.864.000,00 
 
Incremento: R$ 30.000,00 
CATEGORIA:

SÃO PAULO(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano: um Prédio, dentro de um terreno com área de 298,20m², situado na Rua Augusta, 2.015, no 34º Subdistrito, bairro Cerqueira Cesar, município de São Paulo - SP. Melhor descrito na matrícula 95.119 do 13º Oficial de Registro de Imóveis de São Paulo - SP.
a. Existem benfeitorias não averbadas na matrícula, ficando a regularização a cargo do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital;.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

1209 visitas
1 lances
Último lance:
R$ 2.864.000,00
(JORGEDIB70)
Vendido
Informações adicionais
LOTE 097
 
Inicial: R$ 1.643.000,00 
 
Incremento: R$ 20.000,00 
CATEGORIA:

SÃO PAULO(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano: um prédio, dentro de um terreno com área de 302,50m², na Rua Turiassú, 1318, Bairro Perdizes, município de São Paulo - SP. Melhor descrito na matrícula 112.227 do Registro do 2º Oficial de Registro de Imóveis de São Paulo - SP.
a. Existem benfeitorias não averbadas na matrícula, ficando a regularização a cargo do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital;
b. Imóvel gravado com penhora no R2 da matrícula 112.227, cuja baixa fica a cargo do Banco do Brasil;.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

880 visitas
0 lances
Último lance:
R$ 0,00
Sem licitantes
Informações adicionais
LOTE 106
 
Inicial: R$ 418.000,00 
 
Incremento: R$ 5.000,00 
CATEGORIA:

SÃO PEDRO(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano, um prédio comercial, dentro de um terreno com área de 450,00m², situado na Rua Valentim Amaral, 949, Centro, município de São Pedro - SP. Melhor descrito na matrícula 1.278 do Cartório de Registro de Imóveis de São Pedro - SP.
a. Existem benfeitorias não averbadas na matrícula, ficando a regularização a cargo do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital;.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

662 visitas
13 lances
Último lance:
R$ 478.000,00
(RHUFUS27)
Vendido
Informações adicionais
LOTE 107
 
Inicial: R$ 2.727.000,00 
 
Incremento: R$ 30.000,00 
CATEGORIA:

SÃO ROQUE(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano: um prédio com área de 1.270,80m², dentro de um terreno com área de 602,26m², na Rua Quinze de Novembro, 28, bairro centro, município de São Roque - SP. Melhor descrito na matrícula 12.568 do Cartório de Registro de Imóveis de São Roque - SP.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

544 visitas
1 lances
Último lance:
R$ 2.727.000,00
(PLATÉIA)
Vendido
Informações adicionais
LOTE 108
 
Inicial: R$ 993.000,00 
 
Incremento: R$ 20.000,00 
CATEGORIA:

SÃO SIMÃO(SP) - AGÊNCIA DESATIVADA - Imóvel urbano, um prédio comercial com área de 1.200,00 m², dentro de um terreno com área de 2.869,71 m², situado na Rua Deodoro da Fonseca, 1026, Centro, município de São Simão - SP. Melhor descrito na matrícula 4924, do Cartório de Registro de Imóveis de São Simão - SP.
OBSERVAÇÃO: OBSERVAÇÃO: EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO).


DECRETO Nº 21.981 DE 19 DE OUTUBRO DE 1932. (Comissão da Leiloeira).
Art. 39. Aceitos os lanços sem condições nem reservas, os arrematantes ficam obrigados a entrar com um sinal ou caução que o leiloeiro tem o direito de exigir no ato da compra, a pagar os preços e a receber a coisa vendida. Se não se realizar o pagamento no prazo marcado, o leiloeiro ou o proprietário da coisa vendida terá a opção para rescindir a venda, perdendo neste caso o arrematante o sinal dado, do qual serão descontadas pelo leiloeiro a sua comissão e as despesas que houver feito, entregando a saldo a seu dono, dentro de 10 dias, ou para demandar o arrematante pelo preço com os juros de mora, por ação executiva, instruida com certidão do leiloeiro em que se declare não ter sido completado o preço da arrematação no prazo marcado no ato do leilão.
Art. 40. O contrato que se estabelece entre o leiloeiro e a pessoa, ou autoridade judicial, que autorizar a sua intervenção ou efetuar a sua nomeação para realizar leilões, é de mandato ou comissão e dá ao leiloeiro o direito de cobrar judicialmente e sua comissão e as quantias que tiver desembolsado com anúncios, guarda e conservação do que lhe for entregue para vender, instruindo a ação com os documentos comprobatórios dos pagamentos que houver efetuado, por conta dos comitentes e podendo reter em seu poder algum objeto, que pertença ao devedor, até o seu efetivo embolso.

419 visitas
0 lances
Último lance:
R$ 0,00
Sem licitantes
Informações adicionais
Total de lotes 117
  • Nossa localização
  • Avenida Mofarrej, 275, 52C - Vila Leopoldina
    São Paulo/SP - CEP 05311-000
Lance no Leilão

Lance no Leilão 2020 - Todos os direitos reservados.

  • Siga-nos
  • Facebook Instagram Youtube